artes plásticas


Sheila Mann iniciou a carreira de artista plástica em 1997 com pintura e desenho, com foco na abstração geométrica. Teve como influência o pintor holandês Mondrian e o movimento neo-concretista brasileiro. Expôs em diversos lugares, tais como, MAM-Bahia, Paço das Artes e uma individual na Galeria Saint-Charles de Rose, em Paris. Atualmente trabalha com instalações e performances.




RECENTEMENTE ADICIONADOS

Madonas e Sombras

Madonas e Sombras

Feitas no ano de 1997, a partir de observação de modelo vivo, no atelier do artista Carlos Fajardo.


Velado/Revelado

Velado/Revelado

Sheila Mann ao retomar o arranjo ortogonal da arte de Mondrian e Van Doesburg não dota de pureza e autonomia plástica os elementos constituintes de sua pintura. Preservando a planaridade, a tela assume um corpo pictórico denso e escorregadio.


Caixas – Vida Por um Fio

Caixas – Vida Por um Fio

Duas caixas que fizeram para da exposição Vida por um Fio na galeria Valu Oria.


Vida por um Fio

Vida por um Fio

Instalação montada na exposição Vida por um Fio que ocorreu na galeria Valu Oria em 2004.


Pattern VIII

Pattern VIII

Selecionada para a temporada de projetos do Paço das Artes, a instalação Pattern VIII propunha uma maneira de ocupar o espaço partindo de um formalismo pictórico para os objetos cotidianos.


Pattern III

Pattern III

Instalação concebida para o VII Salão do MAM-Bahia em 2000/2001. Nessa instalação vemos pela primeira vez o bidimensional das pinturas ganharem vida em um espaço tridimensional expandindo-se para as paredes e cubos, porém ainda assim mantendo sua razão geométrica.


Linha – Espaço

Linha – Espaço

Instalação que foi apresentada na exposição Desenho: Traço e Espaço, no Espaço Cultural Contemporâneo Venancio-ECCO, em Brasília, em 2003.